quarta-feira, dezembro 1

Jesus me chama

Após conquistar de forma invicta o título da W-League em 2010 (uma espécie de segunda divisão), o Buffalo Flash resolveu dar um salto qualitativo e disputar a próxima temporada da WPS. Por conta disso, o time mudou o nome para Western New York Flash e exibirá em sua camisa um escudo reformulado. E como não há tempo a perder, o elenco começou a ser montado: a defensora Kaley Fountain (Atlanta Beat) e a meio-campista Beverly Goebel (Washington Freedom) foram escolhidas através do draft de expansão. A goleira Ashlyn Harris (Freedom) e a atacante Christine Sinclair (Gold Pride), que estavam com passe livre, já foram contratadas. Joe Sahlen, o proprietário da equipe, possui uma fábrica de derivados de carne que data de 1869 e que tem como carro-chefe o cachorro-quente. Pelo logotipo da empresa, não é difícil perceber de onde veio a inspiração para o escudo do time. E como é pouco provável que a maioria da população norte-americana abandone o "junk food" e adote hábitos alimentares saudáveis, acho que ninguém precisa se preocupar que o Flash venha a engrossar a fileira de times falidos na WPS.

● A meio-campista Allie Long (Washington Freedom) é o primeiro reforço do Sky Blue para a próxima temporada.
● Na segunda-feira, a FIFA realizou o sorteio que definiu os grupos da Copa do Mundo de 2011 na Alemanha.
Grupo A: Alemanha, Canadá, Nigéria, França
Grupo B: Japão, Nova Zelândia, México, Inglaterra
Grupo C: EUA, Coréia do Norte, Colômbia, Suécia
Grupo D: Brasil, Austrália, Guiné Equatorial, Noruega
● Tabela do II Torneio Internacional Cidade de São Paulo. A competição será transmitida por Band (jogos do Brasil e final) e BandSports.
09/12 Canadá x Holanda - 19h45
09/12 Brasil x México - 22h
12/12 Brasil x Holanda - 16h
12/12 México x Canadá - 18h
15/12 México x Holanda - 19h45
15/12 Brasil x Canadá - 22h
19/12 Decisão do 3º lugar - 14h45
19/12 Decisão do título - 17h

terça-feira, novembro 16

R.I.P. (3)

Após agonizar em praça pública por algumas semanas, finalmente foi confirmado que o FC Gold Pride irá fazer companhia ao Los Angeles Sol e ao Saint Louis Athletica no rol das equipes extintas. Depois de montar um timaço na temporada passada e obter retorno apenas no campo esportivo, seus proprietários não puderam mais arcar com o prejuízo e decidiram encerrar as atividades. As jogadoras que formavam o elenco do Gold Pride ficam livres para negociar com qualquer outro time. Também foi divulgado que a temporada 2011 da WPS será, a princípio, disputada por seis equipes: Atlanta Beat, Boston Breakers, Philadelphia Independence, Sky Blue, a expansão em Nova York e Washington Freedom (que andou ameaçado, mas encontrou um investidor a tempo). Já o Chicago Red Stars tem o prazo de um mês para achar alguém disposto a pagar a conta e confirmar presença.

Enquanto isso, pelo quadrangular final do Sul-Americano, a seleção brasileira fará os seguintes jogos:
17/11 Brasil x Argentina - 22h
19/11 Brasil x Colômbia - 22h
21/11 Brasil x Chile - 15h

sexta-feira, novembro 5

Clandestino

Escondido de tudo e de todos, começou ontem no Equador o Sul-Americano de futebol feminino. Os dez países participantes foram divididos em dois grupos de cinco e jogam entre si. Os dois primeiros colocados de cada grupo se classificam para o quadrangular final e as duas seleções que terminarem com mais pontos garantem vaga na Copa do Mundo de 2011 na Alemanha e nos Jogos Olímpicos de 2012 em Londres. Como o torneio não terá transmissão pela TV (ao menos na 1ª fase), tratem de utilizar a imaginação.

Grupo A: Argentina, Bolívia Chile, Equador, Peru
Grupo B: Brasil, Colômbia, Paraguai, Uruguai, Venezuela

Tabela da seleção brasileira na 1ª fase:
05/11 Brasil x Venezuela - 22h
07/11 Brasil x Uruguai - 16h
11/11 Brasil x Colômbia - 22h
13/11 Brasil x Paraguai - 19h

terça-feira, outubro 26

Christiane Endler 2 - A Missão

Gostei tanto de mexer no Windows Movie Maker que resolvi fazer uma nova versão do meu vídeo da Christiane Endler. Só que desta vez fui mais ambicioso e adicionei alguns efeitos visuais, edição estilo vídeo clipe, trilha sonora e o escambau. Chutando a modéstia pra escanteio, achei que o resultado ficou ótimo, muito acima da minha expectativa inicial. Detalhe: esse vídeo foi feito para ser visto com o volume no máximo.

quarta-feira, outubro 20

Catadão

Nesse período de entressafra da WPS, isso foi o que surgiu de mais relevante recentemente:
Jim Gabarra deixou o comando do Washington Freedom após 10 anos e foi imediatamente contratado para ser o enésimo treinador do Sky Blue.
A zagueira Kate Markgraf, do Chicago Red Stars e da seleção americana, pendurou as chuteiras.
O Chicago Red Stars cedeu duas escolhas no draft de 2011 para o Philadelphia Independence em troca da goleira Karina LeBlanc.
Foi divulgada hoje a lista das jogadoras disponíveis para o draft de expansão que ocorrerá em 4 de novembro. A nova franquia de Nova York poderá escolher até nove jogadoras. Heather Mitts, Johanna Rasmussen, Angie Kerr, Christie Welsh e Liz Bogus estão entre os nomes mais conhecidos. Também foi revelada a lista das jogadoras com passe livre, mas essas não farão parte do draft.
● Hora de vender meu peixe: confiram o vídeo que fiz só com defesas da goleira Christiane Endler atuando pelo Chile na Copa Bicentenário. Como no YouTube ainda não havia um registro da ótima participação dela nesse torneio, resolvi baixar as partidas no site da tv chilena e compilar os melhores lances.

segunda-feira, setembro 27

E deu Golias

O Gold Pride não deu chance para a zebra e atropelou o esforçado Philadelphia Independence na final da WPS. Último colocado em 2009, o time da Califórnia contou com o planejamento (e uma dose de sorte) para empreender uma guinada de 180° e faturar o caneco desta temporada. Primeiramente, manteve as poucas jogadoras que se destacaram no fiasco do ano passado (Barnhart, Buehler, Sinclair, Wilson e Milbrett). Em seguida, aproveitou a derrocada de Los Angeles Sol e Saint Louis Athletica para fortalecer seu elenco com as contratações de Marta, Camille Abily e Shannon Boxx. E por fim, o técnico Albertin Montoya soube utilizar muito bem as escolhas a que tinha direito no draft universitário (Kelley O'Hara, Ali Riley e Becky Edwards). O sucesso dessa reformulação ficou demonstrada nos números da campanha: foram 25 vitórias, 5 empates e apenas 3 derrotas. Além disso, teve a melhor defesa e ataque do campeonato. Sobre o jogo de ontem, o placar de 4 a 0 em favor do Gold Pride é autoexplicativo, portanto creio não ser necessário me alongar. O Independence jamais conseguiu escapar da encruzilhada em que se encontrava. A postura inicial foi de cautela, porém não conseguia ameaçar a meta defendida por Nicole Barnhart. Quando tentou adiantar suas peças, deixou espaço para o veloz ataque adversário trabalhar. A goleada começou aos 16 minutos do 1º tempo, quando Christine Sinclair aproveitou o rebote na pequena área após uma série de defesas praticadas pela goleira Val Henderson. Pouco depois, Allison Falk hesitou em rifar a bola pra lateral e permitiu que Kandace Wilson tomasse sua frente e chutasse para o gol desprotegido. O passeio continuou na 2ª etapa. Marta venceu a marcação, foi à linha de fundo e cruzou na medida para Sinclair só ter o trabalho de empurrar a bola. No último minuto, Kandace Wilson cruzou para Marta encerrar o massacre e anotar seu 20º gol na temporada. Após o apito final, foi só comemorar a conquista do merecido título. Melhores do jogo: Marta, Kandace Wilson e a oportunista Christine Sinclair. Pelo Independence, destaque para Val Henderson, cujas inúmeras defesas evitaram um vexame maior, e Caroline Seger, que segurou as pontas no meio-de-campo enquanto teve fôlego. E antes que eu me esqueça, parabéns à equipe da Philadelphia, em quem eu não apostava um tostão furado na pré-temporada. Reuniu um grupo de jogadoras rejeitadas e fez um papel bastante digno.


FCGP: Nicole Barnhart, Kandace Wilson, Candace Chapman (Kristen Graczyk), Rachel Buehler, Ali Riley, Becky Edwards, Shannon Boxx (Kiki Bosio), Camille Abily (Kelley O'Hara), Tiffeny Milbrett, Christine Sinclair, Marta
PI: Val Henderson, Estelle Johnson, Nikki Krzysik, Allison Falk, Holmfridur Magnusdottir, Jen Buczkowski, Lori Lindsey (Danesha Adams), Caroline Seger (Lindsey Patterson), Tina DiMartino, Lianne Sanderson (Heather Mitts), Amy Rodriguez
Público: 5.228

Seleção do blog: Karen Bardsley, Marian Dalmy, Amy LePeilbet, Rachel Buehler, Ali Riley, Formiga, Jordan Angeli, Kelly Smith, Marta, Amy Rodriguez, Abby Wambach
Selebaba: Jillian Loyden, Heather Mitts, Cat Whitehill, Kia McNeill, Natalie Spilger, Yael Averbuch, Kacey White, Megan Rapinoe, Ramona Bachmann, Natasha Kai, Cristiane

sexta-feira, setembro 24

A seguir: Davi vs Golias


O Philadelphia Independence manteve o embalo e conquistou a cobiçada vaga na final da WPS. O time ignorou o cansaço e, mesmo atuando fora de casa, derrotou o Boston Breakers por 2 a 1. A exemplo do que ocorreu contra o Washington Freedom, a partida foi decidida apenas na prorrogação. O 1º tempo começou bem para o Breakers, que explorava um verdadeiro latifúndio nas costas da defesa adversária. Não demorou muito para Lauren Cheney abrir o placar. Lançada por Kristine Lilly, ela deu um chega-pra-lá discreto em Allison Falk e encobriu a goleira Val Henderson com categoria. Apesar do momento desfavorável em campo, o Independence conseguiu achar o empate. Amy Rodriguez recuou para receber a bola no meio e armou a jogada que terminou na finalização certeira de Caroline Seger. No 2º tempo, o time visitante passou a ditar o ritmo e só não virou o placar por conta da má pontaria de Amy Rodriguez, que perdeu duas chances diante da meta vazia. Já o o Breakers sentia falta da criatividade de Kelly Smith, que marcada em cima por Jen Buczkowski teve atuação apagada. A vitória do time da Philadelphia acabou vindo na prorrogação. Tina DiMartino foi ao fundo e cruzou no 2º pau para Danesha Adams, que de cabeça/mão empurrou a bola para o fundo do gol. Na base do desespero, o Breakers quase arrancou o empate nos minutos finais. Kasey Moore carimbou o travessão e o rebote caiu nos pés de Alex Scott, que, sozinha diante da goleira, deu uma furada espetacular. Após enfrentar duas prorrogações, o desgastado Independence atravessará o país para tentar a sorte contra o franco favorito Gold Pride. A disparidade entre os dois elencos já ficou evidente durante a temporada regular, quando os três encontros terminaram em favor do Gold Pride (3-1, 2-0 e 4-1). Qualquer resultado que não seja uma vitória convincente da equipe da Califórnia, será considerado uma zebra monumental.
BB: Alyssa Naeher, Alex Scott, Amy LePeilbet, Ifeoma Dieke, Stephanie Cox (Laura del Rio), Jordan Angeli, Kristine Lilly, Lindsay Tarpley, Fabiana (Taryn Hemmings), Kelly Smith (Kasey Moore), Lauren Cheney
PI: Val Henderson, Estelle Johnson, Allison Falk, Nikki Krzysik, Holmfridur Magnusdottir (Heather Mitts), Jen Buczkowski, Lori Lindsey, Caroline Seger, Tina DiMartino, Lianne Sanderson (Danesha Adams), Amy Rodriguez (Kelly Henderson)
Público: 2.676

Domingo
FC Gold Pride x Philadelphia Independence - 15h30 (TV)

Hoje foi confirmado de forma oficial que a próxima temporada da WPS contará com uma franquia na região oeste de Nova York. O nome e o logotipo da nova equipe serão divulgados futuramente.

segunda-feira, setembro 20

Água mole em pedra dura...

Foi sofrido, mas o Philadelphia Independence derrotou o Washington Freedom por 1 a 0 e se classificou para a semifinal da WPS. O resultado também confirmou o histórico do mandante sempre levar vantagem neste confronto. Reconhecendo de certa forma a qualidade superior do meio-de-campo adversário, o técnico Jim Gabarra optou por congestionar o setor e armou o Freedom num 4-2-3-1. Embora seu time não apresentasse poder ofensivo, a estratégia surtiu efeito. Sem espaço para trabalhar a bola como de costume, o Independence pouco criou no 1º tempo. As melhores chances saíram dos pés de Holmfridur Magnusdottir e Lianne Sanderson, mas a goleira Ashlyn Harris apareceu bem e evitou que fossem convertidas. No 2º tempo, Gabarra decidiu ousar e substituiu a lateral direita Rebecca Moros pela atacante Lene Mykjaland. Com isso, Nikki Marshall foi deslocada para a lateral e Anita Asante recuada para a zaga. Foi a senha para a equipe da Philadelphia assumir o controle completo do jogo. Sem a presença da veloz Marshall no centro da defesa, Amy Rodriguez ficou à vontade para receber a bola nas costas da zaga e perder gols em profusão. Já o previsível ataque do Freedom, centralizado em Abby Wambach, era facilmente anulado por Allison Falk. Diante do desastre iminente, Gabarra alterou novamente a formação: Marshall foi de vez para a frente e Bompastor assumiu a lateral esquerda. De nada adiantou, o Independence seguiu ditando o ritmo da partida, que só não terminou no tempo normal porque Rodriguez, Lindsey, DiMartino e Adams perderam gols de todas as formas possíveis e imagináveis. Na prorrogação, o cansaço falou mais alto e as chances se tornaram escassas. Mas no 120º minuto, quando tudo indicava que o jogo seria decidido nos pênaltis, Amy Rodriguez resolveu tomar vergonha na cara. Lançada por Tina DiMartino, ela já dominou se livrando da marcação e bateu de canhota no alto, sem dar chance de defesa para Ashlyn Harris. O resultado foi mais que merecido, mas acabou desmoralizando a máxima do "quem não faz, leva".


PI: Val Henderson, Estelle Johnson, Nikki Krzysik, Allison Falk, Holmfridur Magnusdottir (Heather Mitts), Jen Buczkowski, Caroline Seger (Kelly Henderson), Lori Lindsey, Tina DiMartino, Lianne Sanderson (Danesha Adams), Amy Rodriguez
WF: Ashlyn Harris, Rebecca Moros (Lene Mykjaland), Cat Whitehill, Nikki Marshall, Becky Sauerbrunn, Brittany Bock (Homare Sawa), Anita Asante, Sarah Huffman (Brittany Klein), Allie Long, Sonia Bompastor, Abby Wambach
Público: 2.378

Agora o Philadelphia Independence viaja até Boston para enfrentar o Breakers na semifinal. Durante a temporada regular ocorreram quatro encontros, com duas vitórias do Breakers e dois empates. O vencedor decide o título contra o Gold Pride.
Quinta
Boston Breakers x Philadelphia Independence - 21h (TV)

Opções para assistir a partida entre Breakers e Independence: canal FSC do Veetle (requer um programa), o próprio site da WPS ou, então, procurar algum canal disponível no ATDHE.

quinta-feira, setembro 16

Acabou a enrolação

Neste final de semana começam os playoffs que determinarão o campeão da temporada 2010 da WPS. Vindo de quatro derrotas seguidas, o 3º colocado Philadelphia Independence recebe o 4º colocado Washington Freedom. O equilíbrio foi a tônica deste confronto durante a temporada regular, cada equipe conquistou duas vitórias e o mando de campo sempre prevaleceu. O vencedor da peleja enfrentará o Boston Breakers na semifinal.

Domingo
Philadelphia Independence x Washington Freedom - 15h30 (TV)

● Nesta sexta, o Brasil enfrenta a Espanha pelas quartas-de-final do Mundial sub-17 de futebol feminino. O jogo começa às 17h e terá transmissão do Sportv2 (ao menos é o que se espera, já que agora não tem mais US Open para atrapalhar).

domingo, setembro 12

Freeeeeedom!


Ao longo das últimas semanas, Washington Freedom e Sky Blue se esforçaram bastante para entregar ao outro a última vaga nos playoffs, mas ela terminou ficando com a equipe da capital. Na partida decisiva, o Freedom derrotou o lanterna Atlanta Beat por 1 a 0, gol de Abby Wambach aos 43 minutos do 2º tempo. No próximo domingo, o time viaja até a Philadelphia para enfrentar o Independence na primeira rodada dos playoffs.
Para ilustrar o post, cogitei fazer uma montagem com uma foto do personagem do Mel Gibson no filme Coração Valente. Mas como a preguiça falou mais alto, a piada ficou só no título mesmo.
WF: Ashlyn Harris, Rebecca Moros (Christie Welsh), Cat Whitehill, Anita Asante, Becky Sauerbrunn, Brittany Bock, Homare Sawa, Allie Long (Jill Gilbeau), Beverly Goebel (Brittany Klein), Nikki Marshall, Abby Wambach
AB: Hope Solo, McCall Zerboni, Kia McNeill, Tina Ellertson (Rebecca Nolin), Leigh Ann Robinson, Carolyn Blank, Lori Chalupny (Monica Ocampo), Aya Miyama, Kaley Fountain, Mami Yamaguchi (Stacy Bishop), Lauren Sesselman
Público: 3.545


O Gold Pride goleou o Philadelphia Independence por 4 a 1 e completou uma sequência invicta de 13 partidas. A partida foi disputada com um certo equilíbrio até os 40 minutos, quando Kelley O'Hara e Marta marcaram gols em sequência. No 2º tempo, O'Hara marcou novamente e, um minuto depois, Lianne Sanderson descontou. O campeão da temporada regular não tirou o pé do acelerador e Marta cruzou para Christine Sinclair fechar a goleada. Com a derrota, o Independence ficou com a terceira posição.
FCGP: Nicole Barnhart (Erin Guthrie), Kandace Wilson, Candace Chapman (Niki Cross), Rachel Buehler, Ali Riley, Carrie Dew, Becky Edwards, Tiffeny Milbrett, Kelley O'Hara (Kiki Bosio), Marta, Christine Sinclair
PI: Val Henderson, Heather Mitts, Nikki Krzysik, Allison Falk, Estelle Johnson, Jen Buczkowski (Lianne Sanderson), Lori Lindsey, Kelly Henderson, Joanna Lohman (Danesha Adams), Tina DiMartino, Amy Rodriguez (Sarah Senty)
Público: 4.003


O Sky Blue empatou em 0 a 0 com o Boston Breakers e deu adeus à chance de disputar o bicampeonato. Beneficiado pela derrota do Independence, o Breakers confirmou a segunda posição.
SBFC: Meghan Burke, Brittany Taylor, Keeley Dowling, Christie Rampone, Kendall Fletcher (Rosana), Meghan Schnur, Jen Grubb (Yael Averbuch), Heather O'Reilly, Kacey White, Laura Kalmari, Natasha Kai
BB: Alyssa Naeher, Taryn Hemmings, Amy LePeilbet, Ifeoma Dieke, Stephanie Cox, Jordan Angeli, Fabiana, Lindsay Tarpley, Kristine Lilly, Liz Bogus (Laura del Rio), Lauren Cheney
Público: 3.810

quinta-feira, setembro 9

Semana 22

Últimos jogos da fase classificatória:
Sábado
Sky Blue FC x Boston Breakers - 20h
Washington Freedom x Atlanta Beat - 20h (webcast)
FC Gold Pride x Philadelphia Independence - 21h30 (TV)

segunda-feira, setembro 6

Tarde demais


Em sua despedida da temporada 2010, o eliminado Chicago Red Stars bateu o Washington Freedom por 2 a 1 e conquistou sua segunda vitória consecutiva (fato inédito na história da franquia). Atuando no Toyota Park, o Red Stars controlou o jogo do início ao fim e só não marcou no 1º tempo em função da ótima atuação da goleira Ashlyn Harris. Mas no 2º tempo não teve jeito, Casey Nogueira tabelou com a espanhola Veronica Boquete e bateu cruzado para abrir o placar. Nos minutos finais aconteceu de tudo: Sarah Huffman foi expulsa, Boquete deu a assistência para Megan Rapinoe anotar seu 1º gol no campeonato (com direito a uma comemoração exagerada) e Beverly Goebel marcou o gol de honra do Freedom. Destaque para as atuações de Veronica Boquete, Formiga (embora tenha exagerado nas faltas), Casey Nogueira, Whitney Engen, Ashlyn Harris e Nikki Marshall.
CRS: Jillian Loyden, Marian Dalmy, Whitney Engen, Kate Markgraf, Natalie Spilger, Formiga, Katie Chapman, Karen Carney (Cristiane), Megan Rapinoe, Veronica Boquete, Casey Nogueira (Lydia Vandenbergh)
WF: Ashlyn Harris, Rebecca Moros (Beverly Goebel), Cat Whitehill, Nikki Marshall, Becky Sauerbrunn, Anita Asante, Homare Sawa (Brittany Bock), Sarah Huffman, Allie Long, Sonia Bompastor, Abby Wambach
Público: 4.067


Apesar da incrível subida de produção, o Boston Breakers ainda não descobriu a fórmula para enfrentar o Gold Pride e saiu derrotado nos quatro confrontos. Ontem perdeu por 2 a 0, gols de Marta e Tiffeny Milbrett. A decisão sobre qual equipe fica com o segundo lugar, Breakers ou Independence, ficou para a última rodada.
FCGP: Nicole Barnhart, Kandace Wilson, Kristen Graczyk, Rachel Buehler, Ali Riley, Becky Edwards (Rosie Tantillo), Kimberly Yokers (Shannon Boxx), Tiffeny Milbrett (Kiki Bosio), Kelley O'Hara, Marta, Christine Sinclair
BB: Alyssa Naeher, Alex Scott, Amy LePeilbet, Ifeoma Dieke, Stephanie Cox, Jordan Angeli, Fabiana, Kristine Lilly (Laura del Rio), Lyndsay Tarpley (Taryn Hemmings), Kelly Smith (Liz Bogus), Lauren Cheney
Público: 2.447


O Sky Blue empatou em 0 a 0 com o eliminado Atlanta Beat e segue disputando com o Washington Freedom a última vaga nos playoffs.
AB: Hope Solo, McCall Zerboni, Kia McNeill, Tina Ellertson, Leigh Ann Robinson, Carolyn Blank, Angie Kerr (Lauren Sesselman), Lori Chalupny, Kaley Fountain (Johanna Rasmussen), Aya Miyama, Monica Ocampo (Mami Yamaguchi)
SBFC: Meghan Burke, Brittany Taylor, Keeley Dowling, Christie Rampone, Kendall Fletcher, Meghan Schnur (Carli Lloyd), Jen Grubb (Yael Averbuch), Heather O'Reilly, Kacey White, Rosana (Laura Kalmari), Natasha Kai
Público: 4.752

● O Mundial sub-17 de futebol feminino começou ontem em Trinidad e Tobago. A seleção brasileira disputará as seguintes partidas na 1ª fase (transmissão do Sportv2):

06/09 Brasil x Irlanda - 17h
09/09 Brasil x Gana - 20h
13/09 Brasil x Canadá - 20h

sexta-feira, setembro 3

Pirro fez escola


Jogando no Toyota Park, o Chicago Red Stars conquistou sua primeira vitória em cima do Philadelphia Independence. O placar foi de 2 a 0, gols marcados por Veronica Boquete e pela lateral Marian Dalmy (uma das favoritas do blog). Agora que já está eliminado da briga pelos playoffs, o Red Stars consegue ganhar um jogo. Típico... Já o Independence, com três derrotas seguidas, escolheu um péssimo momento para cair de produção.
CRS: Jillian Loyden, Marian Dalmy, Whitney Engen, Kate Markgraf, Natalie Spilger, Formiga, Katie Chapman, Karen Carney (Cristiane), Megan Rapinoe (Lydia Vandenbergh), Casey Nogueira (Sophie Reiser), Veronica Boquete
PI: Val Henderson, Nikki Krzysik, Sara Larsson (Joanna Lohman), Allison Falk, Holmfridur Magnusdottir, Jen Buczkowski, Lori Lindsey (Lianne Sanderson), Caroline Seger, Tina DiMartino, Kelly Henderson (Danesha Adams), Amy Rodriguez
Público: 2.173


Na disputa pela última vaga nos playoffs, o Sky Blue perdeu uma chance de ouro de se igualar ao Washington Freedom. Atuando em casa, o time de Nova Jersey ia derrotando o Gold Pride por 1 a 0, gol de Natasha Kai, mas permitiu que Becky Edwards empatasse a partida nos acréscimos.
SBFC: Meghan Burke, Brittany Taylor, Christie Rampone, Keeley Dowling, Kendall Fletcher, Meghan Schnur, Jen Grubb (Yael Averbuch), Heather O'Reilly, Kacey White, Rosana (Carli Lloyd), Natasha Kai (Daphne Koster)
FCGP: Nicole Barnhart, Kandace Wilson, Candace Chapman, Rachel Buehler, Ali Riley, Carrie Dew (Tiffeny Milbrett), Shannon Boxx, Camille Abily, Kelley O'Hara (Becky Edwards), Christine Sinclair, Marta
Público: 3.412


O Boston Breakers segue em sua boa fase e derrotou o desinteressado Atlanta Beat por 3 a 1. Lindsay Tarpley, Jordan Angeli e Kristine Lilly marcaram os gols da vitória e Eniola Aluko descontou. Com os resultados da rodada, Breakers e Independece garantiram vaga nos playoffs. Resta saber qual dos dois fica com a 2ª posição.
AB: Hope Solo, McCall Zerboni, Kia McNeill, Tina Ellertson, Leigh Ann Robinson, Rebecca Nolin (Carolyn Blank), Angie Kerr, Aya Miyama, Lori Chalupny, Monica Ocampo (Johanna Rasmussen), Eniola Aluko (Kaley Fountain)
BB: Alyssa Naeher, Alex Scott, Amy LePeilbet, Ifeoma Dieke (Taryn Hemmings), Stephanie Cox, Jordan Angeli, Kristine Lilly, Laura del Rio, Lyndsay Tarpley, Kelly Smith (Fabiana), Lauren Cheney
Público: 2.267

terça-feira, agosto 31

Semana 21

Partidas da penúltima semana:
Quarta
Sky Blue FC x FC Gold Pride - 20h (webcast)
Atlanta Beat x Boston Breakers - 20h30
Chicago Red Stars x Philadelphia Independence - 21h (webcast)
Domingo
Chicago Red Stars x Washington Freedom - 19h (TV)
Atlanta Beat x Sky Blue FC - 19h
FC Gold Pride x Boston Breakers - 22h

● Atendendo a pedidos, eis os números do campeonato: Até o momento aconteceram 202 gols, sendo 6 contra. Enquanto 104 gols foram marcados por americanas, as estrangeiras foram responsáveis por 92.

segunda-feira, agosto 30

Skavurska!


Como fiquei sem internet e não pude assistir a partida de domingo, este post terá que ser breve, nada de grandes elucubrações. Apesar da surpreendente campanha, parece que o Philadelphia Independence encontrou no Boston Breakers sua pedra no sapato. Em quatro encontros, foram dois empates e duas derrotas. Desta vez, Joanna Lohman colocou o time anfitrião na frente, mas Stephanie Cox e Kelly Smith, de pênalti, sacramentaram a virada.
PI: Karina LeBlanc, Estelle Johnson (Lianne Sanderson), Allison Falk, Nikki Krzysik, Holmfridur Magnusdottir, Jen Buczkowski, Caroline Seger, Lori Lindsey (Danesha Adams), Joanna Lohman (Kelly Henderson), Tina DiMartino, Amy Rodriguez
BB: Alyssa Naeher, Alex Scott, Amy LePeilbet, Ifeoma Dieke, Stephanie Cox, Jordan Angeli, Fabiana (Laura del Rio), Kristine Lilly, Lyndsay Tarpley (Kasey Moore), Kelly Smith (Taryn Hemmings), Lauren Cheney
Público: 4.011


O Sky Blue visitou o Washington Freedom e fez boa partida, fato que não acontecia há tempos, mas mesmo assim acabou amargando uma derrota por 2 a 1. A lateral Rebecca Moros cometeu o erro crasso de atravessar a bola na entrada da área e Natasha Kai não perdoou. Interceptou o passe e com um belo toque encobriu a goleira Ashlyn Harris. No 2º tempo, o Freedom botou pressão e conseguiu virar nos minutos finais. Abby Wambach empatou numa cobrança de pênalti e marcou o da vitória após receber uma bola enfiada por Allie Long.
WF: Ashlyn Harris, Rebecca Moros (Brittany Bock), Cat Whitehill, Nikki Marshall, Becky Sauerbrunn, Anita Asante, Allie Long (Kristi Eveland), Sarah Huffman, Sonia Bompastor, Lene Mykjaland (Homare Sawa), Abby Wambach
SBFC: Jenni Branam (Meghan Burke), Brittany Taylor, Keeley Dowling, Christie Rampone, Kendall Fletcher, Meghan Schnur (Patrizia Panico), Yael Averbuch, Heather O'Reilly, Kacey White, Rosana (Jen Grubb), Natasha Kai
Público: 3.143


Jogando em Atlanta, o Gold Pride não teve piedade e enfiou 6 a 1 no Beat, a maior goleada na história da WPS. Os gols foram marcados por Tiffeny Milbrett, Camille Abily, Marta (2), Kelley O'Hara e Christine Sinclair. Angie Kerr fez o de honra para o time da casa, cuja defesa aparentemente tirou este jogo de folga.
AB: Hope Solo, McCall Zerboni, Tina Ellertson (Rebecca Nolin), Kia McNeill, Leigh Ann Robinson, Stacy Bishop, Angie Kerr, Lori Chalupny, Aya Miyama, Mami Yamaguchi (Monica Ocampo), Eniola Aluko (Kaley Fountain)
FCGP: Brittany Cameron, Kandace Wilson, Candace Chapman, Rachel Buehler (Kristen Graczyk), Ali Riley, Carrie Dew, Becky Edwards (Camille Abily), Shannon Boxx, Tiffeny Milbrett (Kelley O'Hara), Marta, Christine Sinclair
Público: 4.289

sexta-feira, agosto 27

Semana 20

Jogos do final de semana:
Sábado
Washington Freedom x Sky Blue FC - 20h (webcast)
Atlanta Beat x FC Gold Pride - 20h
Domingo
Philadelphia Independence x Boston Breakers - 19h (TV)

segunda-feira, agosto 23

Primeirão

Atuando no Toyota Park, o Gold Pride derrotou o Chicago Red Stars por 3 a 2 e confirmou matematicamente o que todo mundo já sabia: a conquista do título da temporada regular e o direito de sediar a final em 26 de setembro. A partida foi disputada de forma franca e, após jogada de Ali Riley, o time da Califórnia abriu o placar com Marta. Ella Masar empatou para o Red Stars, mas a zagueira Rachel Buehler respondeu e marcou de cabeça num escanteio. No 2º tempo, Masar completou o cruzamento de Marian Dalmy e igualou o placar novamente (seu 8º gol no campeonato). Porém, um pênalti infantil cometido por Natalie Spilger permitiu que Marta assegurasse mais três pontos para o líder (o 15º gol da brasileira). Num jogo que não tinha grande repercussão para a tabela, destaco a atuação da Formiga, que ganhou a batalha no meio-campo e iniciou as jogadas que resultaram nos dois gols marcados pelo Red Stars. 

sábado, agosto 21

Enredo manjado


Jogando no estádio do Washington Freedom, o Chicago Red Stars apresentou a limitação ofensiva de sempre e acabou derrotado por 2 a 0. Embora tenha ditado o ritmo no 1º tempo, o time das brasileiras Formiga e Cristiane não conseguiu transformar essa superioridade em gols. No 2º tempo, o panorama mudou. Abby Wambach bateu da entrada da área e contou com um desvio na zaga para abrir o placar. Pouco depois, a zagueira Cat Whitehill marcou de cabeça em uma cobrança de escanteio e assegurou a vitória. Com o resultado, o Freedom deu um passo importante na briga pela última vaga nos playoffs.
WF: Ashlyn Harris, Rebecca Moros, Cat Whitehill, Nikki Marshall, Becky Sauerbrunn, Anita Asante, Sarah Huffman, Allie Long, Homare Sawa (Brittany Bock), Lene Mykjaland (Beverly Goebel), Abby Wambach
CRS: Jillian Loyden, Marian Dalmy, Whitney Engen, Christie Shaner, Natalie Spilger, Formiga (Lydia Vandenbergh), Megan Rapinoe, Casey Nogueira, Jessica McDonald (Nikki Washington, Sophie Reiser), Ella Masar, Cristiane
Público: 2.511

quarta-feira, agosto 18

Semana 19

Jogos desta semana:
Quinta
Washington Freedom x Chicago Red Stars - 20h30 (webcast)
Sábado
Boston Breakers x Atlanta Beat - 18h
Domingo
Sky Blue FC x Philadelphia Independence - 17h
Chicago Red Stars x FC Gold Pride - 19h (TV)

Opções para assistir a partida entre Red Stars e Gold Pride: canal FSC Soccer do Veetle (requer um programa), o próprio site da WPS ou, então, procurar algum canal disponível no ATDHE.

● Como as três primeiras posições já foram praticamente asseguradas por Gold Pride, Independence e Breakers, resta apenas uma vaga para os playoffs em disputa. A situação está assim:
O Sky Blue tem 22 pontos e enfrenta Independence (casa), Freedom (fora), Gold Pride (casa), Beat (fora) e Breakers (casa).
O Washington Freedom tem 22 pontos e enfrenta Red Stars (casa), Sky Blue (casa), Red Stars (fora) e Beat (casa).
O Chicago Red Stars tem 21 pontos e enfrenta Freedom (fora), Gold Pride (casa), Independence (casa) e Freedom (casa).
O Atlanta Beat tem 17 pontos e enfrenta Breakers (fora), Gold Pride (casa), Breakers (casa), Sky Blue (casa) e Freedom (fora).
● No noticiário recente, o mais relevante foi a demissão do técnico Gareth O'Sullivan do Atlanta Beat (já vai tarde) e a confirmação de que Leslie Osborne fraturou a clavícula no último jogo do Boston Breakers e está fora da temporada (damn you, Patrizia Panico!).

segunda-feira, agosto 16

Clap your hands say yeah

Após perder quatro e empatar dois dos seis confrontos com o Sky Blue, o Boston Breakers tirou o atraso e aplicou um sonoro 4 a 0 no antigo carrasco. Disposto a liquidar logo a fatura, o Breakers não deixou a defesa adversária respirar em nenhum momento. A pressão deu resultado aos 9 minutos. A bola foi levantada na área, Jordan Angeli subiu mais alto e ajeitou para Lauren Cheney marcar. A superioridade das anfitriãs prosseguiu e Angeli ampliou a vantagem ao acertar um belo chute de virada. No 2º tempo, as mudanças feitas para tornar o Sky Blue mais ofensivo mal puderam ser avaliadas. O jogo aéreo do Breakers continuou fazendo estrago e Lindsay Tarpley marcou de cabeça após rebote da goleira. Ainda houve tempo para Laura del Rio soltar uma bomba do bico da grande área e fechar a goleada com chave de ouro. O público foi o segundo maior do ano na WPS, só perdendo para a partida em que o Atlanta Beat inaugurou seu estádio. Por incrível que pareça, o Sky Blue ainda tem chances de ficar com a quarta vaga para os playoffs, assim como o Freedom e o Red Stars. Entretanto, estou para ver um time que mude tanto a escalação e o posicionamento das jogadoras. 

sexta-feira, agosto 13

Antes que eu me esqueça


Podem anotar mais uma derrota do Chicago Red Stars diante do Philadelphia Independence, a terceira do ano. A equipe visitante saiu na frente com Amy Rodriguez, que tirou proveito de uma saída equivocada da goleira e marcou seu 12ª gol (só está um atrás da Marta). O Red Stars empatou graças a mais um gol de Ella Masar (da Cristiane é que não seria), mas Lianne Sanderson deu os três pontos ao Independence em uma cobrança de falta.
CRS: Jillian Loyden, Marian Dalmy, Whitney Engen, Kate Markgraf (Lydia Vandenbergh), Natalie Spilger, Formiga, Katie Chapman, Megan Rapinoe, Casey Nogueira, Cristiane (Julianne Sitch, Nikki Washington), Ella Masar
PI: Karina LeBlanc, Heather Mitts, Sara Larsson, Nikki Krzysik, Holmfridur Magnusdottir, Jen Buczkowski, Lori Lindsey, Caroline Seger, Joanna Lohman (Estelle Johnson), Tina DiMarino (Lianne Sanderson), Amy Rodriguez (Lyndsey Patterson)
Público: 3.152


Sky Blue e Washington Freedom empataram por 1 a 1 e perderam a chance de assumir a 4ª posição com alguma folga (a diferença entre os dois permanece sendo de um ponto). O Freedom abriu o placar com Sonia Bompastor, mas o Sky Blue novamente foi salvo por um gol contra, desta vez marcado pela zagueira Cat Whitehill.
SBFC: Jenni Branam, Daphne Koster, Keeley Dowling, Christie Rampone (Rosana), Meghan Schnur (Natasha Kai), Kendall Fletcher, Yael Averbuch (Patrizia Panico), Kacey White, Brittany Taylor, Heather O'Reilly, Laura Kalmari
WF: Ashlyn Harris, Rebecca Moros, Cat Whitehill, Nikki Marshall, Becky Sauerbrunn, Sarah Huffman, Allie Long, Homare Sawa (Anita Asante), Sonia Bompastor, Lene Mykjaland (Brittany Bock), Abby Wambach
Público: 2.491

quarta-feira, agosto 11

Semana 18

Jogos da rodada:
Quarta
Sky Blue FC x Washington Freedom - 20h (webcast)
Chicago Red Stars x Philadelphia Independence - 21h30 (webcast)
Sábado
FC Gold Pride x Washington Freedom - 23h
Domingo
Boston Breakers x Sky Blue FC - 19h (TV)
Philadelphia Independence x Atlanta Beat - 19h

segunda-feira, agosto 9

Björk aprovaria

Philadelphia Independence e Boston Breakers disputaram um jogo empolgante, houve alternância de domíno e todos os gols foram de bela feitura, certamente uma das melhores partidas do campeonato. O empate em 2 a 2 terminou sendo justo pelo que as equipes apresentaram. Atuando num 4-5-1, o Independence controlou amplamente o 1º tempo. Seu meio-campo trabalhava a bola com muita naturalidade, o que já virou marca registrada do time, mas faltava ameaçar mais o gol defendido por Alyssa Naeher. Já o Breakers levava perigo nos contra-ataques. Foi num lance assim que Lauren Cheney recebeu na entrada da área e, mesmo marcada por Allison Falk, acertou um chute forte e bem colocado para abrir o placar. Entretanto, mal houve tempo para comemorações. A islandesa Holmfridur Magnusdottir se encarregou de cobrar uma falta ocorrida na intermediária e soltou o canudo para deixar tudo igual. Na sequência, após uma bela troca de passes, Caroline Seger inverteu o jogo na ponta esquerda para Magnusdottir, que cortou para dentro e bateu colocado. A bola explodiu na trave e nas costas da goleira antes de balançar a rede. Pausa para o momento tapinha nas costas. Na prévia que escrevi sobre o Independence em abril, adiantei que Magnusdottir poderia ser uma das surpresas da temporada. Continuando. No 2º tempo, o Breakers alterou o sistema e passou a povoar mais o meio, impedindo que o Independence tocasse com a mesma facilidade. Não demorou muito para Kelly Smith disparar desde a intermediária, ajeitar para a canhota e, da entrada da área, bater forte no canto. Mais algumas chances foram criadas, mas a trave e Karina LeBlanc impediram a vitória do Breakers.
Cornetadas: LeBlanc fez defesas importantes, mas é uma negação quando precisa jogar com os pés. Heather Mitts não tem o menor talento para apoiar. Magnusdottir mostrou porque é apelidada de "the beast", muita força física, chute potente e bons dribles (embora às vezes exagere na dose). Lori Lindsey errou passes em demasia. Boa atuação de Caroline Seger, não se apavora quando a marcação aperta e tem uma passada larga. Tina DiMartino é habilidosa, mas carrega demais a bola. Amy Rodriguez não recebeu lançamentos que permitissem explorar sua velocidade. Amy LePeilbet, como sempre, firme na marcação. Kelly Smith em grande fase, subindo de produção na hora certa. Fabiana entrou bem, manteve Magnusdottir ocupada na ponta direita e impediu que ela apoiasse o ataque com a mesma frequência.

sexta-feira, agosto 6

Agora vai!


Após um jejum de 10 partidas, o Washington Freedom redescobriu o significado da palavra vitória ao bater o Philadelphia Independence por 2 a 0. O time da casa começu bem o jogo e obrigou a goleira Val Henderson a praticar defesas difíceis, incluindo um pênalti cobrado por Abby Wambach. Uma tempestade elétrica interrompeu a partida por cerca de meia hora ainda no 1º tempo. No reinício, o Freedom voltou com todo o gás e Wambach marcou duas vezes de cabeça (e só não fez um hat-trick porque a trave impediu). Depois de algumas experimentações nos jogos anteriores, o técnico Jim Gabarra retomou a escalação mais tradicional com Sonia Bompastor no meio e Nikki Marshall na zaga. Neste caso, aplicou-se a teoria do cobertor curto. Embora Marshall tenha atuado bem no ataque, sua ausência na defesa fez com que o setor degringolasse.
WF: Ashlyn Harris, Rebecca Moros, Cat Whitehill, Nikki Marshall, Becky Sauerbrunn, Allie Long, Sarah Huffman (Brittany Bock), Homare Sawa (Kristi Eveland), Sonia Bompastor, Lene Mykjaland (Beverly Goebel), Abby Wambach
PI: Val Henderson, Heather Mitts (Lindsey Patterson), Nikki Krzysik, Allison Falk, Estelle Johnson, Jen Buczkowski, Lori Lindsey (Danesha Adams), Caroline Seger, Joanna Lohman, Amy Rodriguez, Lianne Sanderson
Público: 2.118


O Boston Breakers segue em sua impressionante arrancada. Atuando no estádio de Harvard, o time derrotou o Atlanta Beat por 2 a 0, ambos os gols anotados por Kelly Smith.
BB: Alyssa Naeher, Alex Scott, Amy LePeilbet, Ifeoma Dieke, Stephanie Cox, Leslie Osborne, Jordan Angeli, Lindsay Tarpley, Kristine Lilly (Taryn Hemmings), Kelly Smith (Fabiana), Lauren Cheney
AB: Hope Solo, Stacy Bishop, Kia McNeill, Tina Ellertson, Angie Kerr (Leigh Ann Robinson), Carolyn Blank, Lori Chalupny, Aya Miyama, Johanna Rasmussen, Mami Yamaguchi (Monica Ocampo), Eniola Aluko
Público: 3.251

● O Chicago Red Stars cedeu a zagueira Anita Asante para o Washington Freedom em troca do direito de negociar com a zagueira/atacante nigeriana Faith Ikidi, que atua no futebol sueco. Com isso, lá se foi minha esperança de ver o Red Stars com a dupla Whitney Engen e Asante na zaga.

● A atacante Kosovare Asllani rescindiu o contrato com o Red Stars e retornou à Suécia para jogar em seu antigo clube, o Linköpings.
● Para substituir Asllani, o Red Stars contratou uma atacante espanhola que atende pelo nome de Veronica Boquete (pois é) e que recentemente foi campeã da W-League pelo Buffalo Flash.

terça-feira, agosto 3

Semana 17

Jogos da próxima rodada:
Quarta
Boston Breakers x Atlanta Beat - 20h
Washington Freedom x Philadelphia Independence - 20h30 (webcast)
Sábado
Atlanta Beat x Sky Blue FC - 20h
FC Gold Pride x Chicago Red Stars - 23h
Domingo
Philadelphia Independence x Boston Breakers - 21h (TV)

Opções para assistir a partida entre Independence e Breakers: canal FSC Soccer do Veetle (requer um programa), canal 21500 do TVU (também requer um programa), o próprio site da WPS ou, então, procurar algum canal que esteja disponível no Justin TV.

segunda-feira, agosto 2

Going Solo

Embora a partida tenha acabado num empate sem gols, tanto Atlanta Beat quanto Gold Pride poderiam ter saído com os três pontos. A equipe da Geórgia viu chances cristalinas serem desperdiçadas por Eniola Aluko, Monica Ocampo e Ramona Bachmann. Além disso, sofreu com o egoísmo de suas atacantes, especialmente Aluko. Logo no início do jogo, ela invadiu a área e, ao lado, tinha Lori Chalupny completamente livre de marcação. Era só rolar a bola e correr pro abraço. No entanto, a "fominhagem" falou mais alto e a inglesa decidiu resolver sozinha, permitindo que Nicole Barnhart praticasse a defesa. Apesar da atuação pouco inspirada da dupla Marta e Christine Sinclair, o Gold Pride também teve várias oportunidades para marcar, mas esbarrou nas defesas de Hope Solo e na trave três vezes. Destaques individuais para Hope Solo (uma atuação que deixaria seu pai, Han, orgulhoso), Aya Miyama (numa função mais defensiva) e Lori Chalupny (muito bem na armação enquanto teve fôlego).

sexta-feira, julho 30

I'm expanding my mind


Amy Rodriguez marcou dois gols e deu uma assistência para Caroline Seger na vitória de 3 a 0 do Philadelphia Independence sobre o Chicago Red Stars. A-Rod é a vice-artilheira do campeonato com 11 gols e o Red Stars sofreu sua terceira derrota seguida.
PI: Val Henderson, Estelle Johnson, Nikki Krzysik, Allison Falk, Holmfridur Magnusdottir, Jen Buczkowski, Lori Lindsey (Sarah Senty), Caroline Seger, Joanna Lohman, Amy Rodriguez (Danesha Adams), Lianne Sanderson (Tina DiMartino)
CRS: Jillian Loyden, Marian Dalmy, Whitney Engen, Kate Markgraf, Anita Asante (Ella Masar), Formiga, Karen Carney (Julianne Sitch), Megan Rapinoe, Casey Nogueira, Cristiane, Kosovare Asllani (Natalie Spilger)
Público: 2.053


Está feia a coisa para o Washington Freedom, cujo jejum de vitórias já dura nove partidas. Atuando no estádio do Atlanta Beat, a equipe da capital americana ficou em desvantagem após Johanna Rasmussen abrir o placar aos 20 minutos do 1º tempo. Na sequência, Nikki Marshall empatou, Sonia Bompastor perdeu um pênalti, Abby Wambach acertou a trave e Sarah Huffman marcou o gol da virada do Freedom. No entanto, a atacante mexicana Monica Ocampo respondeu com dois gols e garantiu a terceira vitória seguida do Beat.
AB: Hope Solo, Stacy Bishop, Tina Ellertson (Leigh Ann Robinson), Kia McNeill, Carolyn Blank, Lori Chalupny (McCall Zerboni), Angie Kerr, Aya Miyama, Johanna Rasmussen (Amanda Cinalli), Mami Yamaguchi, Monica Ocampo
WF: Ashlyn Harris, Rebecca Moros (Christie Welsh), Becky Sauerbrunn, Kristi Eveland, Sonia Bompastor, Beverly Goebel (Sarah Huffman), Allie Long, Homare Sawa, Lene Mykjaland (Brittany Bock), Nikki Marshall, Abby Wambach
Público: 3.339
● Bom, não custa identificar as referências utilizadas nos títulos dos posts. Hoje é uma música do Superdrag e na semana passada foi uma do Whiskeytown.

quarta-feira, julho 28

Semana 16

Próximas partidas:
Quarta
Philadelphia Independence x Chicago Red Stars - 20h
Atlanta Beat x Washington Freedom - 20h30
Sábado
Boston Breakers x Washington Freedom - 19h
Domingo
Atlanta Beat x FC Gold Pride - 18h (TV)
Sky Blue FC x Chicago Red Stars - 20h

segunda-feira, julho 26

Vapt-Vupt

Não há muito o que escrever sobre a partida entre Chicago Red Stars e Boston Breakers. Com apenas 15 minutos de bola rolando, o Breakers já vencia por 3 a 0 e a fatura estava liquidada. Aos 9 minutos, Formiga não conseguiu controlar uma bola espirrada e permitiu que Kelly Smith fosse parar dentro do gol. Aos 12, a inglesa tirou proveito da defesa posicionada em linha e marcou mais um. E aos 14, a zagueira Ifeoma Dieke anotou o terceiro após uma indecisão entre Katie Chapman e a goleira Jillian Loyden. Diante do quadro catastrófico, o técnico do Red Stars colocou mais uma atacante em campo e armou a defesa com apenas três jogadoras. Chances passaram a ser criadas, mas o ataque do Red Stars, pra variar, não foi eficiente. No final, Kosovare Asllani marcou o gol de honra após desviar falta cobrada por Casey Nogueira. Com o resultado, o Boston Breakers assumiu a terceira posição na tabela de classificação.

sexta-feira, julho 23

Yesterday's news


Nos jogos do meio da semana, Boston Breakers e Chicago Red Stars desperdiçaram a chance de se aproximar de uma vaga nos playoffs. Atuando em seu estádio, o Breakers perdeu de virada para o líder Gold Pride. Jordan Angeli abriu o placar após uma bela jogada da lateral Alex Scott, mas a goleira Alyssa Naeher aprontou uma lambança ao tentar jogar com os pés e presenteou Christine Sinclair com o empate. A vitória da equipe visitante veio graças a um lindo chute de fora da área desferido por Marta. A brasileira chegou aos 11 gols e já superou sua marca na temporada anterior.
BB: Alyssa Naeher, Alex Scott, Amy LePeilbet, Ifeoma Dieke, Stephanie Cox (Lauren Cheney), Leslie Osborne, Jordan Angeli (Tiffany Weimer), Kristine Lilly, Liz Bogus (Laura del Rio), Kelly Smith, Lindsay Tarpley
FCGP: Nicole Barnhart, Kandace Wilson, Candace Chapman, Rachel Buehler, Ali Riley, Becky Edwards, Shannon Boxx, Camille Abily (Tiffeny Milbrett), Kiki Bosio (Kristen Graczyk), Marta, Christine Sinclair
Público: 3.052


Depois de finalmente conseguir vencer o Sky Blue, parece que o Red Stars encontrou uma nova asa negra: o Atlanta Beat. Foi mais uma derrota por 1 a 0, gol marcado por Eniola Aluko. Nas quatro partidas que disputou contra o lanterna do campeonato, o Red Stars empatou duas em casa e perdeu duas como visitante.
AB: Hope Solo, Leigh Ann Robinson, Kia McNeill, Tina Ellertson, Katie Larkin, Carolyn Blank (Rebecca Nolin), McCall Zerboni (Stacy Bishop), Aya Miyama, Johanna Rasmussen (Angie Kerr), Mami Yamaguchi, Eniola Aluko
CRS: Jillian Loyden, Marian Dalmy, Whitney Engen, Kate Markgraf, Natalie Spilger (Julianne Sitch), Formiga, Katie Chapman, Karen Carney, Kosovare Asllani (Cristiane), Casey Nogueira, Ella Masar (Megan Rapinoe)
Público: 3.214

quarta-feira, julho 21

Semana 15

Jogos da rodada:
Quarta
Boston Breakers x FC Gold Pride - 20h
Atlanta Beat x Chicago Red Stars - 20h30
Sábado
Washington Freedom x FC Gold Pride - 20h (webcast)
Philadelphia Independence x Sky Blue FC - 20h
Domingo
Chicago Red Stars x Boston Breakers - 17h (webcast)

segunda-feira, julho 19

Faltou goleira

Terceira vitória consecutiva do Boston Breakers, desta vez uma virada de 2 a 1 sobre o Washington Freedom. A equipe visitante começou bem a partida e abriu o placar após um lance individual de Sarah Huffman, que arrancou desde o meio-campo e cruzou na área para a conclusão da zagueira e dublê de atacante Nikki Marshall. O empate do Breakers começou com uma falha da zagueira Cat Whitehill, que tentou sair jogando e foi desarmada por Kelly Smith. A inglesa atraiu a atenção das demais defensoras e rolou para Liz Bogus, livre de marcação, bater entre as pernas de Erin McLeod. No 2º tempo, o jogo ficou travado no meio-campo e nenhuma das equipes conseguia acertar o passe final. O Breakers acabou achando o gol da vitória em uma cobrança de escanteio. Ifeoma Dieke e Lindsay Tarpley ganharam a disputa no ar e a bola sobrou para Jordan Angeli estufar a rede.
No geral, achei que o Freedom fez um jogo bem razoável e talvez merecesse melhor sorte, mas a atuação das goleiras terminou sendo o diferencial. Enquanto Alyssa Naeher praticou boas defesas em finalizações de Marshall e Bompastor, Erin McLeod deixou a desejar nos dois gols que sofreu. Homare Sawa e Lene Mykjaland estiveram apagadas e pouco contribuíram no setor ofensivo. Kelly Smith jogou bem enquanto teve pernas. Fabiana ajudou bastante na marcação, mas poderia produzir mais no ataque. Ficou várias vezes no mano a mano com Becky Sauerbrunn e, ao invés de arriscar um drible, recuava a bola ou cruzava de forma despretensiosa.

quinta-feira, julho 15

Semana 14

Partidas do fim de semana:
Sábado
FC Gold Pride x Philadelphia Independence - 23h
Domingo
Boston Breakers x Washington Freedom - 18h (TV)
Sky Blue FC x Atlanta Beat - 20h

Classificação atual da WPS:

segunda-feira, julho 12

Fim do tabu

Além de marcar seu primeiro gol em cima do Sky Blue, o Chicago Red Stars também conseguiu derrotar seu habitual algoz pela primeira vez. O caminho para a vitória foi aberto ainda no 1º tempo por Ella Masar, que acertou um belo chute da entrada da área e agora é a artilheira da equipe com 4 gols. Na etapa final, a zagueira Daphne Koster fez um gol contra e acabou com qualquer chance de reação das visitantes. É inegável que o Red Stars evoluiu bastante após mudar o comando técnico, o problema é que seu ataque raramente consegue traduzir em gols o volume de jogo superior. Por incrível que pareça, o time tem contado com a maré de sorte da limitada Ella Masar, já que Cristiane está jogando pedra em santo e Kosovare Asllani ainda não convenceu. O Sky Blue, por sua vez, vem atuando aquém de suas possibilidades desde que o campeonato começou, só que agora não tem mais a goleira Karen Bardsley para salvar a pátria. Além disso, o time sentiu muito os desfalques provocados pela seleção americana (que disputa um amistoso contra a Suécia nesta terça). Sem a presença de Heather O'Reilly, válvula de escape do meio-de-campo, o poder ofensivo que já era pouco praticamente desapareceu. Será que está na hora de demitir a treinadora?

sexta-feira, julho 9

Empacados


Mesmo jogando em casa contra o lanterna Atlanta Beat, o máximo que o Chicago Red Stars conseguiu foi arrancar um empate. Johanna Rasmussen colocou o time visitante na frente ainda no 1º tempo e Ella Masar deixou tudo igual pouco depois. Casey Nogueira entrou inspirada no 2º tempo e criou três chances que foram salvas por Hope Solo. Uma curiosidade: dos sete pontos que o Beat possui, cinco foram conquistados em cima do Red Stars.
CRS: Jillian Loyden, Marian Dalmy, Whitney Engen, Kate Markgraf, Elise Weber, Formiga, Katie Chapman, Karen Carney (Kosovare Asllani), Megan Rapinoe, Cristiane (Casey Nogueira), Ella Masar
AB: Hope Solo, Leigh Ann Robinson, Rebecca Nolin, Stacy Bishop, Katie Larkin, Angie Kerr, Lori Chalupny (McCall Zerboni), Aya Miyama, Johanna Rasmussen, Mami Yamaguchi (Carolyn Blank), Eniola Aluko (Amanda Cinalli)
Público: 3.091


Sky Blue e Washington Freedom se enfrentaram pela primeira vez na atual temporada e não saíram do 0 a 0.
SBFC: Kristin Luckenbill, Brittany Taylor, Daphne Koster, Christie Rampone, Keeley Dowling, Yael Averbuch, India Trotter (Patrizia Panico), Kacey White, Laura Kalmari, Heather O'Reilly, Rosana (Natasha Kai)
WF: Erin McLeod, Rebecca Moros, Nikki Marshall, Cat Whitehill, Becky Sauerbrunn, Sarah Huffman, Allie Long, Sonia Bompastor, Homare Sawa (Beverly Goebel), Lene Mykjaland (Christie Welsh), Abby Wambach
Público: 2.871

terça-feira, julho 6

Semana 13

Jogos da rodada:
Quarta
Sky Blue FC x Washington Freedom - 20h
Chicago Red Stars x Atlanta Beat - 21h30 (webcast)
Sábado
Chicago Red Stars x Sky Blue FC - 20h (webcast)
Domingo
Boston Breakers x Atlanta Beat - 19h
FC Gold Pride x Washington Freedom 19h (TV)

Opções para assistir a partida entre Gold Pride e Freedom: canal FSC Soccer do Veetle (requer um programa), canal 21500 do TVU (também requer um programa), o próprio site da WPS ou, então, procurar algum canal disponível no Justin TV.

segunda-feira, julho 5

O de sempre


O Gold Pride se recuperou do tropeço contra o Sky Blue e segue tranquilo na liderança após golear o lanterna Atlanta Beat por 4 a 0. Aliás, verdade seja dita, a disputa dessa fase classificatória está para lá de enfadonha. Todo mundo sabe que o Pride vai terminar em primeiro lugar e que as outras três equipes classificadas para o playoff, salvo alguma grande surpresa, serão Independence, Sky Blue e Freedom. Ou seja, o campeonato de verdade só começa em meados de setembro. Sobre o jogo, Christine Sinclair e Marta abriram 2 a 0 no 1º tempo e o Beat ainda perdeu sua dupla de zaga (Kia McNeill foi expulsa e Tina Ellertson se contundiu). Na 2ª etapa, Marta marcou mais um e Kelley O'Hara completou o atropelamento. Marta é a artilheira do campeonato com 8 gols, seguida de perto por Amy Rodriguez com 7.
AB: Hope Solo, Leigh Ann Robinson, Kia McNeill, Tina Ellertson (Rebecca Nolin), Katie Larkin, Lori Chalupny, McCall Zerboni (Stacy Bishop), Johanna Rasmussen, Aya Miyama, Mami Yamaguchi, Eniola Aluko (Angie Kerr)
FCGP: Nicole Barnhart, Kiki Bosio, Rachel Buehler, Candace Chapman (Kristen Graczyk), Shannon Boxx, Ali Riley, Camille Abily (Kandace Wilson), Tiffeny Milbrett (Becky Edwards), Kelley O'Hara, Marta, Christine Sinclair
Público: 3.111


E o Boston Breakers venceu uma partida, fato que não acontecia desde a primeira rodada. Amy Rodriguez colocou o Philadelphia Independence na frente de seu ex-time, mas Lauren Cheney e Kristine Lilly desencantaram e marcaram os gols da virada no 2º tempo.
PI: Karina LeBlanc, Heather Mitts, Allison Falk, Sara Larsson, Holmfridur Magnusdottir, Joanna Lohman, Lori Lindsey, Caroline Seger (Jen Buczkowski), Tina DiMartino, Amy Rodriguez, Lianne Sanderson (Lyndsey Patterson)
BB: Alyssa Naeher, Alex Scott, Amy LePeilbet, Stephanie Cox, Leslie Osborne, Fabiana (Taryn Hemmings), Kristine Lilly, Kelly Smith (Ifeoma Dieke), Lindsay Tarpley, Laura del Rio (Jordan Angeli), Lauren Cheney
Público: 2.093


O Chicago Red Stars dominou do início ao fim a partida contra o Washington Freedom, mas suas atacantes, para variar, não conseguiram acertar o alvo. O resultado só poderia ser um empate sem gols.
WF: Erin McLeod, Rebecca Moros, Cat Whitehill, Nikki Marshall, Becky Sauerbrunn, Allie Long (Brittany Klein), Sarah Huffman, Homare Sawa, Sonia Bompastor (Beverly Goebel), Lene Mykjaland (Kristi Eveland), Abby Wambach
CRS: Jillian Loyden, Marian Dalmy, Whitney Engen, Kate Markgraf, Natalie Spilger, Formiga, Katie Chapman, Karen Carney, Megan Rapinoe (Kosovare Asllani), Ella Masar (Casey Nogueira), Cristiane (Anita Asante)
Público: 3.744